• Icone Busca
  • Login Icone Lock
  • Facebook

História da AEJ

Em 1955, alguns profissionais da área de Engenharia estavam interessados em fundar uma associação de classe.

Os engenheiros Odil Campos Saes, Ernani Ribeiro Gonçalves e Phillipe Westin Vasconcellos Filho enviaram uma carta circular aos colegas de profissão, convidando-os para uma reunião para discutir a criação de uma associação.

Essa reunião ocorreu na sede da Associação de Medicina, no edifício Ipiranga, no dia 21 de junho de 1955. Nesta ocasião, foi formada uma comissão que estava incumbida de estudar e elaborar um anteprojeto dos estatutos da nova sociedade, que desde esse então passou a ser chamada de Associação dos Engenheiros de Jundiaí.

Participaram dessa comissão os engenheiros José Augusto Paes, Odil Campos Saes, Ernani R. Gonçalves, Edison Z. Toledo e Paulo Reis que se reuniram no Clube Jundiaiense diversas vezes.

Ao ser concluído, o estatuto foi enviado a cada um dos profissionais que participaram da primeira reunião, para que dessem suas opiniões. E então foi convocada uma nova reunião.

A segunda reunião ocorreu no Gabinete de Leitura Ruy Barbosa no dia 09 de setembro de 1955, data considerada de fundação da Associação. Nesse encontro, primeiramente foi eleita uma diretoria provisória. Aqueles que compareceram à primeira e/ou segunda reuniões são considerados os sócios fundadores da AEJ.

  • Engº Civil Ernani Ribeiro Gonçalves
  • Engº Químico Adolpho João Traldi
  • Engº Civil Ary Ferreira Dias
  • Engº Agrôn. Philippe Westin C. V. Filho
  • Engº Civil Eurico de Souza Queiroz
  • Engº Civil Francisco de Assis Oliva
  • Arqº Vasco Antonio Venchiarutti
  • Engº Civil Odil Campos Saes
  • Engº Civil José Augusto Pinto Paes
  • Engº Civil Antonio José Del Nero
  • Engº Civil Miguel Antonio Mattar Netto
  • Engº Agrônomo José Alves da Silva
    Engº Civil Ciro Barbosa Ferraz
  • Engº Agrônomo Alberto Traldi
  • Engº Civil Ivo Ernesto Lopes de Oliveira
  • Engº Ivo Cascaldi
  • Engº Agrônomo Edson Zardetto de Toledo
  • Engº Civil Henrique Hercules Florence
  • Engº Civil Jorge Guimar Bueno
  • Engº Civil Délio Márcio Leite Penna
  • Engº Civil Paulo Nogueira de Sá
  • Engº Civil José Oliveira Moura
  • Engº Civil Marcio Alkimin
  • Arqº Igar Fehr
  • Arqº Araken Martinho
  • Arqº Antonio Fernandes Panizza
  • Arqº Jair Peres
  • Engº Ruy Luiz Chaves
  • Engº Civil Manoel Ildefonso A. de Castilho
  • Engº Elétrico Paulo Ferraz dos Reis
  • Engº Civil Oscar N. Grigas Varella
  • Arqº Roberto Franco Bueno
  • Engº Agrôn. Julio Seabra Inglês de Souza
  • Engº Agrônomo Luiz Carlos Blummer Dias
  • Engº Civil Eizo Wakabara
  • Engº Civil Livio Marcio Puliti
  • Engº Civil Maximo Álvares
  • Engº Wilhelm Kring Jinil
  • Engº Civil Rindolf Muiller
  • Engº Civil José Jorge Martensen
  • Engº Agrônomo Antonio Araújo Vieira
  • Engº Agrônomo Renato Galesi
  • Engº mecânico Jairo Cupertino
  • Engº Civil Themistocles Lissandre
  • Engº Civil Raja Arique
  • Engº Civil Manoel Roberto Archer de Castilho

A primeira diretoria foi formada pelo presidente Eng° Civil Ernani Ribeiro Gonçalves; Eng° Químico João Traldi; 1° Secretário Eng° Civil Ary Ferreira Dias; 2° Secretário Eng° Civil Phillipe Westin C. Vasconcellos Filho; 1° Tesoureiro Eng° Civil Eurico de Souza Queiroz; 2° Tesoureiro Eng° Civil Francisco de Assis Oliva.

Desde então tivemos várias diretorias, a seguir os presidentes e seus respectivos anos de mandato:

Presidente Peíodo
Ernani Ribeiro Gonçalves 1955-1956
Adolpho João Traldi 1957-1958; 1969-1970; 1975-1976; 1977-1978
Paulo Ferraz dos Reis 1959-1960; 1961-1962; 1963-1964
Raja Atique 1965-1966; 1967-1968
Alberto Traldi 1971-1972
João Gimenez Fernandes Molina 1973-1974
César Augusto Traldi 1979-1980
Ademir Pedro Victor 1981-1982
César Ribeiro Rivelli 1983-1984; 1991-1992; 2007 – 2009
Antonio de Simone Neto 1985-1986
Cleber B.Martho 1987-1988
Victor Alexandre Hrdlicka 1993-1994
Reinaldo Pacanaro 1989-1990; 1995-1996
Fernando Ungaro 1997-1998
José Roberto Kachan Pinto 1999-2000; 2001-2002; 2003
Marcos Antonio Ferrazzzo 2004-2005; 2006
Adriano Ricardo Galzoni 2010 – 2012; 2013 – 2015; 2016

Além disso, a associação obteve reconhecimento pelo governo municipal através da lei número 2617 do dia 03 de dezembro de 1982, e ainda obteve reconhecimento pelo governo estadual pela lei 3286 no dia 12 de abril de 1993.